ONLINE
1





Partilhe este Site...

 

 

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/dicas.JPG

 

 

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/orientapaisbanercoluna.JPG

 

 

 http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/saudebucalnagestacaobotao.JPG    

 

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/ronco.JPG

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/bannerhalitose.JPG

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/endo.JPG

  

 

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/bannerbruxismo.JPG

 

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/doen_as.JPG

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/bannerfotos.JPG 

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/banner_fale_conosco.png


Doenças da Lingua
Doenças da Lingua


A inspeção da língua é de grande interesse semiológico, devendo-se observar tamanho, forma, mobilidade, coloração, umidade, pápulas, simetria e saburra.

 

As feridas são a causa mais comum das afecções da língua. Esta tem muitos terminais nervosos para a dor e para o tacto e é muito mais sensível à dor do que o resto do organismo. É frequente que alguém morda a sua língua acidentalmente, mas a lesão sara com rapidez. Tanto a massa de obturação como um dente partido podem causar danos consideráveis a este tecido delicado. A causa das feridas na língua pode dever-se ao vírus do herpes simples, à tuberculose, a uma infecção bacteriana ou a uma fase incipiente da sífilis. As alergias ou as doenças do sistema imunitário também podem provocá-las.

Uma manifestação de anemia perniciosa ou uma carência de vitaminas pode provocar o avermelhamento da língua. A língua pálida e lisa (por causa da perda das suas saliências normais) pode ser consequência de uma anemia por deficiência de ferro. A primeira manifestação de escarlatina pode ser uma alteração da cor normal da língua, que adquire uma cor de morango e depois de framboesa. A febre, a desidratação, a sífilis secundária, a estomatite aftosa, o líquen plano, a leucoplasia ou a respiração pela boca podem acompanhar-se de placas esbranquiçadas na língua, parecidas com as que às vezes se encontram na face interna das bochechas. Uma língua avermelhada e lisa, além de dolorosa, pode indicar pelagra, um tipo de desnutrição causada por deficiência de niacina na dieta. Na chamada língua geográfica, algumas áreas são brancas enquanto outras são vermelhas e lisas. As áreas com alterações de cor mudam de sítio ao fim de alguns anos ou ao longo da vida. A afecção é, de um modo geral, indolor e não requer nenhum tratamento.

As feridas na língua podem dever-se ao vírus do herpes simples, à tuberculose, a uma infec­ção bacteriana ou a uma fase incipiente da sífi­lis. As alergias ou as doenças do sistema imune também podem provocá-las.

 

Glossite e glossodinia

Glossite é a inflamação da língua caracterizada por perda das papilas filiformes, edema e co­loração avermelhada. Raramente é dolorosa e pode ser secundária a deficiência nutricional (niacina, riboflavina, ferro e vitamina E), reação alérgica a fármacos, desidratação e possibilidade de reações auto-imunes.

Glossodinia é a sensação de dor e queimação da língua, pode ocorrer na presença ou ausência da glossite. Está associada com diabetes, fármacos (diuréticos), reação alérgica ou substâncias irritantes como álcool, especiarias e tabaco. O tratamento consiste em achar o agente causal, mudar medicamento e parar de fumar. A glossidinia é, às vezes, manifestação de uma perturbação emocional e pode ser útil a administração de ansiolíticos.

 

 Língua fissurada

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/200pxfissured_geographic_tongue.jpg
Também conhecida como língua escrotal, é uma condição benigna caracterizada por sulcos profundos (fissuras) no dorso da língua. Esta condição é inócua e não é necessária a intervenção médica.

A língua fissurada aparece em associação com a Síndrome de Melkersson-Rosenthal, além de pacientes com Síndrome de Down, e em associação com língua geográfica.

 

 Língua pilosa (língua villosa nigra)

http://images.comunidades.net/cli/clinicaciso/lingua_negra_nemj.gif

A língua pilosa (língua villosa nigra) é resultado da descamação alterada das papilas filiformes da língua com hipertrofia reativa das mesmas. Clinicamente, é caracterizada por um revestimento de coloração preto amarronzada da superfície dorsal da língua.

Etiologia
Vários são os fatores etiológicos relacionados a esta condição, incluindo a má higiene bucal, perda dentária (a dieta liquido pastosa não permite a descamação normal da língua que é gerada pelo atrito dos alimentos sólidos durante a mastigação), hipossalivação, utilização crônica ou ampla de antibióticos, antidepressivos e outros (vide tabela). Tratamento radioterápico da região da cabeça e pescoço. É mais freqüente em usuários de tabaco e etilistas, do que consumidores de café ou chá. É encontrada em pacientes que são HIV positivos, usários de drogas por via intravenosa, embora não haja valor preditivo para este achado neste grupo.

Poderíamos colocar que a língua pilosa seria o resultado de hábitos de vida compartilhado, como má higiene bucal, uso do tabaco, etilismo, consumo café e chá, etc.

A língua pilosa é freqüentemente denominada de língua negra (língua villosa nigra), mas também pode assumir coloração castanha, branca, verde ou rosa, muitas vezes devido a fatores secundários, como bochechos com substâncias que contenham corantes em sua fórmula, consumo de balas e chicletes, etc.


Sintomas
É uma patologia benigna sendo freqüentemente assintomática, e quando presentes, os sintomas podem incluir náuseas, halitose, disgeusia e aparência pouco atrativa da língua.
Pacientes com língua pilosa muitas vezes podem desenvolver infecção secundária por Candida albicans.

Tratamento
Consiste em boa higiene bucal e da utilização de uma escova de dentes ou de língua, que ajudariam na descamação das papilas.
Aumentar a hidratação e salivação, interromper o hábito de fumar.
Uso tópico de uréia a 40 por cento, retinóides ou ácido salicílico
Uso de drogas antifúngicas se justifica quando há uma suspeita de infecção por cândida.
Se o agente causal for o uso de antibiótico, a condição pode se resolver naturalmente, após a suspensão da droga.

 

CÂNCER DE LÍNGUA

Uma mancha avermelhada em um dos lados da língua deve ser analisada, pois pode ser uma lesão que leva ao câncer. A maioria dos cânceres bucais localiza-se nas laterais da língua ou no assoalho da boca (onde fi ca o freio da língua). Em seu estágio inicial, é indolor, mas o diagnóstico pode ser confi rmado durante exames de rotina realizados pelo dentista.

 


lingua
AUTO EXAME
Ponha a língua para fora e observe a parte de cima. Repita a observação com a língua levantada até o céu da boca. Em seguida, puxando a língua para a esquerda, observe o lado esquerdo da mesma. Repita o procedimento para o lado direito.
 Observe se a língua está mais esbranquiçada ou avermelhada em algum ponto ou se possui algum machucado. Sinta se algum local da língua dói mais do que outros quando você passa o dedo ou escova os dentes.

 Estique a língua para fora, segurando-a com um pedaço de gaze ou pano, apalpe em toda a sua extensão com os dedos indicadores e polegar da outra mão.

 

 

http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQjhIp4tRzrtDbrwXnHQ6Z9KVtpN5islATCS-ygjXNma3S3g1FyABAIXO O CIGARROhttp://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSQl4SrLyJWuA2fLs4qTqWvb0qxZoi4Vrq_CBz3omooW6owJp6sE0bjUco-

Além de vários tipos de câncer, fumar também pode causar a perda do paladar - chamada de ageusia. A perda deste importante sentido também pode ser provocada por radioterapia de pescoço e cabeça e pelo uso de alguns medicamentos contra câncer ou depressão.

O cigarro possui uma substância derivada da nicotina, denominada cotinina, que diminui a vascularização e o aporte sangüíneo à gengiva, ao osso que circunda os dentes e à mucosa oral. Dessa forma, as células de defesa, que seriam levadas pelo sangue à região infectada por bactérias orais, não conseguem alcançar seu objetivo.

 

FUNGO DO MAL - Candidíase

http://www.blogdicas.com.br/fotos/2009/05/como-se-pega-sapinho.jpgA candidíase, mais conhecida como "sapinho", é causada por fungos e se caracteriza por manchas avermelhadas e brancas na língua e no resto da cavidade bucal ou feridas no canto da boca. Debaixo do material esbranquiçado, há tecido vermelho, que podem sangrar facilmente. As lesões podem aumentar lentamente em número e tamanho.Quando seu sistema imunológico está mais fraco, o fungo pode crescer, levando a feridas (lesões) na boca e na língua. O tratamento é simples: consiste na aplicação de remédios antifúngicos.

Sapinho é comumente visto em crianças. Não é considerado anormal em crianças a não ser que dure mais do que um par de semanas.

 Pessoas que têm diabetes e apresentavam níveis elevados de açúcar no sangue são mais propensos a ficar aftas na boca (sapinhos), porque o açúcar extra em seu saliva atua como alimento para Candida.

Tomar altas doses de antibióticos ou de tomar antibióticos por um longo tempo também aumenta o risco de candidíase oral. Os antibióticos matam algumas das bactérias saudáveis ​​que ajudam a controlar o crescimento da Candida .

Pessoas com próteses dentárias mal ajustadas também são mais susceptíveis à candidíase.

 

 

topo